Junta de Freguesia de Valongo do Vouga

Notícias

Passeios Seniores - CLDS 4G "Ser Pioneiro"

Passeios Seniores - CLDS 4G "Ser Pioneiro"

28-SET-2021

“Gosta de teatro? Então isto é para si! A Equipa do CLDS 4G Ser Pioneiro vem convidá-lo a juntar-se a nós numa ida ao teatro!Se pertence às Freguesias de Águeda e Borralha, Macinhata e Valongo do Vouga e tem 65 ou mais anos, entre em contacto connosco e venha desfrutar deste momento.A peça de teatro terá lugar no dia 29 de setembro (4ª feira), às 14h30, no Centro de Artes de Águeda, e é totalmente GRATUITA!“Velhos são os trapos” conta a história de dois amigos idosos, cujos dias são passados num Centro de Dia. Curioso? Junte-se a nós! Faça já a sua inscrição até o dia 28 de setembro através do 934468530 ou do email clds@ospioneiros.info”

Ler mais...
Renovação automática do Cartão de Cidadão

Renovação automática do Cartão de Cidadão

03-AGO-2021

O Instituto dos Registos e do Notariado, I.P. tem em curso uma campanha de divulgação sobre a Renovação Automática com Entrega em Casa do Cartão do Cidadão destinada a todos os cidadãos com 25 anos ou mais, com residência em Portugal, que não necessitem de alterar dados neste documento e que não estejam sujeitos ao regime do maior acompanhado. O processo é muito simples. 60 dias antes do cartão caducar enviado para os cidadãos a carta PIN com as instruções de renovação e uma referência multibanco. Se o cidadão não necessitar de alterar dados, bastará pagar a referência e o cartão ficará automaticamente renovado. Depois o cidadão poderá acompanhar todo o processo de renovação automática o site em irn.justica.gov.pt, mediante o preenchimento de um conjunto de dados para ter a certeza que se trata do titular do cartão.O novo cartão é enviado, automaticamente, por correio registado para casa do seu titular, sem custos adicionais. Caso o titular não se encontre na residência poderá proceder ao seu levantamento na loja CTT identificada no aviso que é deixado na caixa do correio, nos dez dias seguintes, mediante comprovativo da sua identidade, através da exibição do Cartão de Cidadão ainda que caducado, Carta de Condução ou Passaporte e a carta PIN.Trata-se de uma iniciativa cómoda, simples, segura e que valoriza o tempo do cidadão, permitindo mitigar os efeitos indesejáveis da pandemia. Informação

Ler mais...
“Compre em Águeda – fase II”

“Compre em Águeda – fase II”

05-JUL-2021

Enquadramento: A Campanha “Compre em Águeda” é uma iniciativa da Câmara Municipal de Águeda, que visa incentivar o comércio tradicional após a crise da pandemia COVID-19, tornando-o mais atrativo e apelando à sustentabilidade da economia local.A Quem se Destina: A Campanha “Compre em Águeda – fase II” destina-se aos estabelecimentos do comércio local do Concelho de Águeda, nomeadamente, os que detêm os seguintes (CAE) - Classificação das Atividades Económicas: • CAE 47 – Comércio a retalho (com exceção do CAE 47111 – Comércio a retalho em supermercados e hipermercados e 47300 – Comércio a retalho de combustível para veículos a motor, em estabelecimentos especializados) • CAE 55; CAE 56; CAE 9602; CAE 93130; CAE 95230; CAE 96010; CAE 96091; CAE 7911; CAE 7912.  Adesão à Campanha: Para aderir à campanha o estabelecimento comercial deve preencher o formulário constante no link https://www.cm-agueda.pt/p/compreemagueda, até ao dia 15 de  julho de 2021.  Período da Campanha: inicia-se no mês de julho de 2021 e termina no dia 30 de novembro de 2021;  Funcionamento: Nas compras nos estabelecimentos aderentes à Campanha, o cliente tem direito aos seguintes cupões de participação: •         De 5,00€ até 10,00€ em compras – 1 cupão de participação; •         Mais de 10,00€ até 20,00€ em compras – 2 cupões de participação; •         Mais de 20,00€ até 50,00€ em compras – 3 cupões de participação; •         Mais de 50,00€ até 90,00€ em compras – 4 cupões de participação; •         Mais de 90,00€ até 100,00€ – 5 cupões de participação; •         Mais de 100,00€ em compras – 7 cupões de participação.  Cupões: Serão considerados válidos para os sorteios apenas os cupões de participação que reúnam os seguintes elementos: • Identificação do cliente (primeiro e último nome); Número de Identificação fiscal do cliente (NIF); Contacto telefónico; d) Identificação do respetivo estabelecimento comercial e N.º da fatura / talão de compra correspondente ao cupão de participação. O comerciante deve carimbar o cupão de participação; Onde colocar o cupão para o sorteio: O cliente para que se possa habilitar ao sorteio, terá que colocar os cupões de participação no recipiente criado para o efeito, que se encontra no Posto de Turismo de Águeda, sito no Largo Dr. João Elísio Sucena 3750-234 Águeda.Sorteios: Os sorteios serão realizados nos meses de agosto e setembro, da seguinte forma:•  Compras efetuadas no mês de julho o sorteio realiza-se no dia 06 de agosto, pelas 18h00 no Edificio dos Paços de Concelho. Todos os cupões relativos a compras do mês de julho devem ser colocados no recipiente até ao dia do sorteio (06 de agosto, até às 16h00, altura em que será selado para realização do sorteio);• Os cupões não sorteados não serão válidos para o sorteio seguinte;• Compras efetuadas no mês de agosto o sorteio realiza-se no dia 06 de setembro, pelas 18h00 no Edificio dos Paços de Concelho. Todos os cupões relativos a compras do mês de agosto devem ser colocados no recipiente até ao dia do sorteio (06 de setembro, até às 16h00, altura em que será selado para realização do sorteio).Prémios: Os vencedores da presente Campanha serão contemplados com os seguintes prémios, em cada um dos sorteios:• 80 Cupões com Prémio de 300,00€ (trezentos euros) - em vales de compras no valor de 20,00€ euros.Cada participante terá apenas direito a um prémio, no caso de sair duas vezes ao mesmo premiado, este cupão não será considerado e será substituído por um dos suplentes. Vales: Os vales de compras atribuídos no sorteio, só poderão ser utilizados nos estabelecimentos do comércio local do Concelho de Águeda, aderentes à iniciativa e até ao dia 30 de novembro de 2021.Por uma questão de equidade entre os participantes, todas as compras efetuadas, com os vales sorteados no primeiro sorteio, não darão direito a novos cupões para se habilitarem ao segundo sorteio.Todas as compras efetuadas, com os vales sorteados, devem ser de valor igual ou superior ao valor do vale, não havendo lugar a troco ou reembolso, e não podendo os vales serem convertidos em dinheiro. O pedido de reembolso é feito, pelo comerciante, mediante apresentação nos serviços municipais, do vale devidamente carimbado e respetivo documento comprovativo da venda fatura/recibo, acompanhado com uma listagem dos cupões entregues e respetivo somatório, até ao dia 15 de dezembro de 2021.

Ler mais...
Casa dos Rios e Laboratório de Rios+ inaugurados no Parque da Boiça

Casa dos Rios e Laboratório de Rios+ inaugurados no Parque da Boiça

04-JUL-2021

Projeto afirma Águeda como um Município que aposta numa estratégia de reabilitação de rios e ribeiras recorrendo a técnicas de base natural“Esta é uma obra emblemática para esta freguesia e para o concelho”, disse Jorge Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, sobre a Casa dos Rios e Laboratório de Rios+, que foram inaugurados no sábado, no Parque da Boiça, em Valongo do Vouga.A zona da Ribeira da Aguieira, agora reabilitada, é um espaço nobre que funciona como Laboratório vivo das vantagens ecológicas e ambientalmente sustentáveis da utilização de técnicas e soluções de base natural para reabilitação de rios e ribeiras. E que serve de barómetro e exemplo a replicar em outras áreas do concelho, numa estratégia que está a ser implementada pelo Município de Águeda.A par da reabilitação da zona, foi colocada no centro do parque a antiga casa do Águeda Concept, que esteve durante anos abandonada junto ao parque de estacionamento do Mercado Municipal e para a qual “ninguém tinha uma estratégia”. Agora foi renovada e tem uma nova funcionalidade: é a Casa dos Rios. Servirá para apoiar todo o trabalho em torno desta estratégia ambiental que está a ser preconizada pelo Município de Águeda, que pretende ainda difundir de uma forma pedagógica junto de vários públicos, nomeadamente escolar, a importância de cuidar do ambiente e em concreto dos rios e ribeiras.Em momento de celebração pela obra realizada em Valongo do Vouga, Jorge Almeida agradeceu, em primeiro lugar, a tenacidade de Filipe Falcão, presidente da Junta de Freguesia, “uma pessoa nuclear em todo este processo”, que pegou numa proposta do Orçamento Participativo de Águeda, que abrangia apenas uma parte da intervenção realizada na Boiça, “e foi mais longe. Confrontado com outros problemas, teimou, mesmo sendo aconselhado tantas vezes a desistir, ultrapassou todos os obstáculos, angariou apoios e pessoas e hoje a obra está à vista de todos e é um orgulho”, disse.Agradeceu ainda a Pedro Teiga, especialista de reabilitação de rios, que desenvolveu o projeto de recuperação da Aguieira, utilizando, como referido, técnicas de base natural e que também está a apoiar na divulgação destas soluções junto das escolas do concelho que aqui se dirigem para aprender, num verdadeiro laboratório vivo e pedagógico.Nesta cerimónia, Jorge Almeida elogiou o talento, criatividade e desprendimento, até do ponto de vista financeiro, de Cândido Batista, proprietário da Aguimóveis, que construiu a “casa” para ser inicialmente exibida na Tektónica. “Esta casa foi construída por ele, na altura e agora, tem aqui muito dele”, disse, grato pelo esforço e dedicação a este projeto, que resultou “numa obra deslumbrante”. Reabilitar as linhas de água do concelhoDefendendo que “ninguém faz nada de importante sozinho”, o Edil declarou a sua convicção de que “vamos continuar acompanhados” para concretizar os projetos em curso, nomeadamente a recuperação e reabilitação da ribeira a jusante do Parque da Boiça, pelo Rio Marnel.Trata-se de “um projeto que é financiado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que já está adjudicado e que vai ser o seguimento de tudo isto”, sustentou Jorge Almeida, acrescentando que a Câmara de Águeda tem outros projetos em mente para realizar nesta área. Esta intervenção feita no Parque da Boiça é, sustenta, “o ponto de partida de uma estratégia que estamos a implementar e não vamos regatear esforços para avançar e continuar”.Para além da obra já executada, a Autarquia tem projetos em construção e “uma vontade de ir mais longe”, no âmbito de um Plano Estratégico de Reabilitação de Linhas de Água (PERLA) que está a ser delineado pela Câmara de Águeda, de que é exemplo a intervenção a fazer na Ribeira do Ameal. “É um sítio emblemático e também problemático que queremos requalificar e tornar numa zona verde no nosso concelho que nos orgulhe”, frisou.No seu discurso, o Edil alertou para os problemas causados no Rio Cértima. “Estamos completamente disponíveis, interessados, motivados e queremos mesmo resolver aquele problema”, realçou Jorge Almeida, apelando à intervenção da APA nesta matéria.“Esta reabilitação de rios passou a ser um sentimento e estratégia assumida pelo Município de Águeda. Temos sérios problemas e verificamos que durante décadas e décadas foi uma área a que ninguém ligou, foram feitas autênticas atrocidades e queremos inverter esse posicionamento”, defendeu, argumentando que o Parque da Boiça demonstra que “é perfeitamente possível”.Filipe Falcão, presidente da Junta de Freguesia de Valongo do Vouga, relembrou que a cerimónia de sábado “é o culminar de uma história bonita”, de uma “obra intensa” da transformação de um parque, “que começou com um processo de cidadania ativa, que depois se deparou com um problema grave da Ribeira, atolado de matéria infestante, com desmoronamentos, sem qualquer ordenamento”. Lembrou a “audácia” de fazer esta obra, agradecendo o pronto “apoio da Câmara Municipal” e do “Dr. Pedro Teiga”, que resultou “numa transformação que a todos deve regozijar, porque temos uma ribeira com características exemplares a nível ambiental, porque temos um parque com espécies autóctones e temos um espaço que sensibiliza para os desafios do futuro”.O autarca frisou ainda que esse desafio “é recuperar e tornar esse futuro mais sustentável”, lembrando que, desde a primeira hora, convidou as escolas do concelho a visitar o espaço, onde têm uma “sala de aulas” ao ar livre.O vice-presidente da APA, Pimenta Machado, sublinhou que “temos de mudar de comportamentos” e Águeda tem sido exemplar nessa mudança. “É com particular satisfação que venho aqui e vejo a maneira como o Sr. Presidente faz. Águeda é um excelente exemplo do trabalho que tem de ser feito”, declarou.O dirigente assumiu o compromisso de “continuar o trabalho que foi aqui realizado. É para continuar, já estabelecemos um protocolo de cooperação técnica e financeira para o troço a jusante e vamos recuperar”. Pimenta Machado apontou ainda que o próximo quadro comunitário de apoio “traz boas oportunidades para dar continuidade a todo este trabalho”, desafiando ainda a ARH para lançar um concurso junto da comunidade escolar.Nuno Bravo, diretor da Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Centro, enalteceu o trabalho feito em Valongo do Vouga. “Isto que estamos aqui a inaugurar é um troço exemplificativo de como se trabalha nos rios para resolver os seus problemas e anomalias”.De referir ainda que, neste mesmo dia, a Junta de Freguesia de Valongo do Vouga, içou a bandeira de Eco-freguesia, a primeira do concelho de Águeda, e que reflete um conjunto de “etapas e políticas implementadas na freguesia”, concluiu Filipe Falcão. 

Ler mais...
ECO-FREGUESIAS XXI

ECO-FREGUESIAS XXI

22-JUN-2021

ECO-FREGUESIAS XXI - Valongo do Vouga já é uma eco-freguesia.Foi a 1ª vez que a Freguesia se candidatou ao Eco-Freguesias e foi logo distinguida com a menção de "prata", correspondente a um índice final de 83,77%. Única no concelho de Águeda com a BANDEIRA VERDE ECO-FREGUESIAS XXI, 2021, e a melhor classificada do distrito de Aveiro.Uma distinção que assumimos com orgulho do trabalho feito em prol da sustentabilidade ambiental mas que nos traz grandes responsabilidades num futuro próximo.#viladevalongodovouga#ecofreguesiaxxi#abae#municipiodeagueda

Ler mais...
8ª Oficina CLDS 4G "Ser Pioneiro"

8ª Oficina CLDS 4G "Ser Pioneiro"

21-JUN-2021

“A Equipa do CLDS 4G “Ser Pioneiro”, em parceria com a Câmara Municipal de Águeda e com as Juntas/Uniões de Freguesias abrangidas pelo projeto (Águeda e Borralha, Macinhata e Valongo do Vouga) irá dinamizar em cada uma destas freguesias, durante a próxima semana, a oitava oficina. A oficina consistirá numa Sessão Fotográfica denominada “Envelhecer em Águeda” e será dinamizada pelo Fotógrafo Profissional Nuno Dias, tendo como público-alvo os idosos sem retaguarda familiar pertencentes a estas freguesias. É de referir que iremos cumprir com todas as orientações da Direção Geral de Saúde. Freguesia de Valongo do Vouga: - 23 de junho de 2021, às 15h na Sala de Convívio da Freguesia de Valongo do Vouga. Para mais informações e participação podem contactar-nos através do 934468530 ou clds@ospioneiros.info Não percam estas e outras Oficinas!”

Ler mais...
12º aniversário da elevação a Vila de Valongo do Vouga

12º aniversário da elevação a Vila de Valongo do Vouga

21-JUN-2021

Estamos a assinalar o 12º aniversário da elevação a Vila de Valongo do Vouga.Hoje, para além da história, evocamos um trajecto recente de muitos e bons motivos para nos congratularmos com o que somos e o que fazemos.O nosso lema de hoje e, em particular, desta efeméride é: as pessoas e o ambiente. Começamos por assumir o enorme esforço de recuperação da credibilidade e transparência de Instituição Junta de Freguesia junto da comunidade e dos agentes locais, reorganizamos e reforçamos os serviços de apoio à população com o espaço cidadão, corrigimos compromissos pendentes, assumimos o que estava registado e resolvemos imensos problemas herdados. E trabalhamos muito no dia-a-dia. Encetamos um conjunto de fortes intervenções de recuperação do nosso património: recuperação e melhoramentos dos lavadouros da Freguesia, recuperação da escola do Salgueiro e da sala de convívio da Aguieira, transformação dos locais receptores de resíduos em espaços dignos e eficientes. Transformamos profundamente a praça São pedro de Valongo criando interacção, lazer e motivos de diversão para crianças e famílias. Hoje, temos também em Valongo do Vouga um magnífico parque de lazer para todos os valonguenses e para acolher bem quem nos visita. Temos feito o nosso percurso sempre focados na máxima dedicação e procura por ajudar a resolver os problemas das pessoas diariamente. Fomos ao encontro de inúmeras residências e famílias no apoio à execução de valetas e passeios. Valongo do Vouga pode afirmar hoje que tem uma rede de passeios que jamais teve e que privilegia a segurança dos utentes dos mesmos. Melhoramos extraordinariamente a rede de vias públicas em estreita articulação e intervenção da Câmara Municipal de Águeda. Criamos a Praceta do Cidadão, bem perto da sede de Freguesia, com a transformação de espaço devoluto e abandonado numa zona de dignidade da pessoa e um excelente incentivo e sensibilização à boa separação de resíduos. Criamos o projecto de sensibilização para a correta separação e tratamento de resíduos urbanos e poupança de água, promovendo a parceria com o Agrupamento de escolas, onde os alunos criaram mensagens fortes alusivas ao tema, e que estão expostos por toda a Freguesia.Temos na Escola hoje, um dos principais parceiros da nossa estratégia de desenvolvimento da Vila com vista à criação de sinergias conjuntas e adopção de políticas e actividades geradoras de um amanhã melhor para todos. As Festas da Vila em espaço escolar são um bom exemplo de concertação.Trabalhamos bem de perto com o Associativismo com vista a proporcionar pontes e apoios do seu próprio desenvolvimento contribuindo com disponibilidades de meios e recursos para as suas actividades. Vimos desenvolvendo um forte e silencioso trabalho na área social (como deve ser feito!) que tem sido acompanhado e partilhado bem de perto em rede de trabalho social local por Instituições da Freguesia e técnicos da área com curriculum exemplar e a quem somos gratos. Temos hoje na Unidade local de protecção civil da Junta de Freguesia uma equipa renovada e um grupo de homens voluntários devidamente fardados e preparados para a emergência em segurança, o que não acontecia. Corrigimos um grave problema nesta área. Trabalhamos na intervenção, em articulação directa com o comando dos Bombeiros, pois temos na responsabilidade civil um elemento fundamental para a segurança de todos. Investimos financeiramente no reforço de meios e em viatura nova de intervenção primária dotada de equipamento próprio para o efeito.Senhoras e Senhores, é com orgulho que hoje e agora sim temos um regulamento próprio e somos parte integrante da protecção civil Municipal com aprovação rectificada em Assembleia Municipal.Um particular Obrigado a todos os voluntários desta Unidade Local pelo contributo do seu tempo e risco para a ajuda ao próximo, sem nada exigir. Aqui, o espírito de missão é o lema. Vimos construindo ao longo do tempo (cerca de 2 anos) uma das mais importantes obras que uma comunidade pode honrar. A rectificação das áreas administrativas entre Valongo do Vouga e a união de Freguesia da Trofa, Segadães e Lamas do Vouga. Recuperamos limites antigos, que outrora gerou tamanha discórdia entre Freguesias, e repôs a nossa história. Tal, veio resolver problemas concretos das pessoas e empresas nas suas vidas quotidianas. Num complexo processo, um particular obrigado aos serviços municipais pelo apoio técnico sem o qual não teria sido possível.Está pronto e é hoje decreto-lei aprovado em Assembleia da Republica. Com o abrupto dos acontecimentos, atravessamos todos nos últimos tempos das nossas vidas, momentos muito particulares, o contexto em pandemia por COVID-19. Sem nunca fechar portas, estivemos sempre presentes e apoiamos a população com a disponibilidade de serviços e apoios directos ao momento real. Com a escola fechada, produzimos refeições e levamos a casa de quem mais necessitava.Apostando numa estratégica de desenvolvimento, asseguramos hoje um vasto conjunto de tarefas com vista à melhoria da qualidade de vida dos Valonguenses: A manutenção de espaços públicos desde a Cadaveira ao Vale das Figueiras traduz a dignidade dos seus lugares e cria condições para que sejamos mais atractivos a que novas famílias se possam fixar em Valongo do Vouga.Somos sim agora e hoje uma entidade aberta a todos, sem distinções de pessoas, género, raça ou classe. Convivemos e congregamos parcerias com as forças vivas da Freguesia.Da cultura ao desporto, passando pela cidadania participativa, temos hoje Valongo do Vouga em actividade crescente.Recuperamos, requalificamos e está hoje ao serviço da população e de quem nos visita o novo trilho pedestre - PR2 Trilho das Levadas.Ainda em matéria de ambiente, por força da necessidade da resolução dum grave problema nas margens do rio Veade, revolucionamos uma das principais áreas urbanas da nossa Freguesia. Aqui, depois da participação da cidadania sempre bem-vinda, recuperamos, projectamos e implementamos de um lado o laboratório de rios e do outro um natural parque de lazer onde predominam as espécies autóctones, centralizado com a implementação do centro interpretativo e casa dos rios. Hoje, é já bem evidente o quão de singular as pessoas podem encontrar neste espaço, e o que pode representar para a comunidade educativa.Com esta visão e na senda de tão importante trabalho, recebemos o galardão de Eco-Freguesia, único do Concelho de Águeda e raro no distrito de Aveiro, projecto este a que nos candidatamos e que nos distinguirá por acções e projectos ambientais implementados. Está gerado e assumido o compromisso e a responsabilidade ambiental para o futuro.Somos ECO-FREGUESIA!À crítica, respondemos com o respeito pela pessoa e obra transversal a todas as áreas, sendo o presente uma realidade e o futuro auspicioso para Valongo do Vouga. Porque é com pessoas que construímos uma terra, neste momento solene, quero em nome do executivo de Valongo do Vouga deixar uma palavra de agradecimento aos Colaboradores da Junta de Freguesia, aqui hoje como nossos convidados, e que são o bom exemplo do que fazemos e queremos. Em nome de Valongo do Vouga, o nosso muito obrigado! No desenrolar deste novelo que explano, tudo isto, toda esta envolvência, todo este trabalho, todas as benfeitorias em Valongo do Vouga, têm uma componente imprescindível que é a Camara Municipal de Águeda. Como alguém pode proclamar a sua obra em causa própria sem referenciar o Município? Aqui, é meu e nosso entendimento que não somos excepção. Assim, na sua pessoa, Senhor Presidente Jorge Almeida, venho prestar o meu e nosso agradecimento por todo o trabalho conjunto que vimos encetando. Só que para além destes factores naturais, a sua presença incondicional, o seu desprendimento em favor da causa pública, e mais propriamente e neste caso em favor de Valongo do Vouga e de toda uma comunidade, toda a sua disponibilidade sem tempo e hora, não é para todos e o tempo lhe fará certamente justiça. Fizemos, construímos, moralizamos e com grande espírito de coabitação, engrandecemos Valongo do Vouga e o concelho de Águeda! Obrigado!  Como cidadão, como Valonguense, como pessoa com responsabilidade das funções que exerço, importa hoje reflectir, e convido todos a reflectir seriamente porque vivemos tempos muito particulares, onde os direitos parecem sobrepor-se aos deveres de cada um. Não podemos construir sociedades do facilitismo, não podemos escamotear que os deveres que se levantam hoje a quem exerce funções públicas e que a este nível são de uma exigência tal, onde os tempos devem congregar esforços de responsabilidade cívica acima de qualquer interesse promocional em causa própria ou outro.Prestamos aqui o nosso agradecimento e gratidão à escola de musica Assoartes pela participação na sessão solene e pelo bem que fazem e no que representam no desenvolvimento dos nossos jovens e na construção de melhores cidadãos do amanhã. Em consciência, o nosso dever está prestado aos Valonguenses,HONRAMOS A HISTÓRIA,FAZEMOS O PRESENTE EPROJECTAMOS O FUTURO!  Viva Valongo do Vouga! 

Ler mais...

© 2021 Junta de Freguesia de Valongo do Vouga. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • GESAutarquia